Caminhada contra violência sexual com crianças e adolescentes – Prefeitura Municipal da Ilha de Itamaracá

Caminhada contra violência sexual com crianças e adolescentes

Tags: , , , , ,
Publicado em 25 de maio de 2017, por ASCOM Ilha de Itamaracá | Categoria: Destaque

Na manhã desta quinta-feira (25), o Projeto Viva Mais Jovem da comunidade do Roque Santeiro, organizou uma caminhada contra a exploração sexual de crianças e adolescentes. A Secretaria de Políticas Sociais, a Secretaria de Educação, o Conselho Tutelar, Estudantes, uma escola da rede privada de ensino, a Pousada Ruínas do Pilar, ONGs e outros Projetos Sociais apoiaram e aderiram ao movimento.

A caminhada partiu do Fórum até a Praça do Pilar, crianças e todas as pessoas envolvidas estenderam cartazes de conscientização e pediram pelo fim do abuso. Na Praça, as crianças fizeram uma roda de capoeira e jovens do Projeto Sementes que dão Vida, apresentaram uma peça teatral que retratou a realidade de uma família que convive com a violência dentro da própria casa.

 

O Presidente do Projeto Viva Mais Jovem, Francisco Antônio, falou sobre propósito dessa caminhada:

 

 

“O objetivo é chamar a atenção da população, para as crianças não ficarem esquecidas, pois, crianças e adolescentes tem direitos e esses direitos têm que ser reconhecidos.”

 

 

 

O Educador Social, Severino Santos, falou da importância dessa ação:

 

“A exploração sexual contra crianças e adolescentes é um crime muitas vezes silencioso por conta do medo, por conta da vergonha da família, mas acontece e muito nas comunidades. É importante essa ação para sensibilizar a população contra essa prática criminosa.”

 

 

 

A Conselheira Tutelar, Bruna Fernandes, falou que na Ilha de Itamaracá o índice de violência sexual contra crianças e adolescentes é muito baixo:

 

“Graças a Deus aqui na Ilha não temos muito índice desse tipo de violência. O que acontece a gente tenta resolver e para as pessoas que tenham alguma denúncia, disque 100 que nós juntos com a Polícia Militar, faremos o necessário pela proteção das crianças e adolescentes.”

 

 

 

A estudante, Mylene Sales, que participou da caminhada, falou o que achou da ação:

 

 

“É um crime, é tão desumano e é bom que tenha esse movimento para que as pessoas fiquem sabendo e façam sua parte.”

 

 

 

 

Informações: SECOM
Matéria e Fotos: Micaela de Farias
Whatsapp: (81) 9 8259-4664
Email: secom@ilhadeitamaraca.pe.gov.br
Site: http://ilhadeitamaraca.pe.gov.br

#TrabalhandoJuntosPorUmaNovaIlha