Mulher


Secretária da Mulher :Janeide Augusta Martins Carneiro de Albuquerque

Endereço: Palácio Pedra Que Canta – Av. João Pessoa Guerra, S/N – Pilar – Ilha de Itamaracá – PE.

E-mail: mulher@ilhadeitamaraca.pe.gov.br

Atendimento ao Público: das 8h às 14h.

Atribuições e competências da Secretaria:

  1. formular, coordenar e articular as políticas para as mulheres, bem como elaborar e implementar campanhas educativas de combate à discriminação no âmbito do município; elaborar o planejamento de gênero que contribua na ação do Governo Municipal com vistas à promoção da igualdade; articular, promover e executar programas de cooperação com organismos públicos e privados, voltados à implementação de políticas para as mulheres;
  2. implantar e consolidar uma Secretaria comprometida com a perspectiva feminista de inclusão social, de humanização das relações de poder e de empoderamento econômico das mulheres;
  3. atender, orientar, acolher e/ou encaminhar mulheres vítimas ou não de qualquer tipo de violência;
  4. buscar parcerias com instituições, com o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Defensoria Pública, Delegacia de Polícia, Conselho Tutelar, Secretaria de Educação, Secretaria de Defesa Social, Ação e Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Finanças, Jurídico, Imprensa e Secretaria da Mulher do Estado de Pernambuco;
  5. formar parceria com o com SEBRAE, SENAC, SESI e SENAI, e Secretarias do Município para oferecer cursos profissionalizantes para mulheres de todas as idades;
  6. articular, promover e executar a política municipal de enfrentamento da violência contra a mulher;
  7. programar campanhas educativas e antidiscriminatórias;
  8. planejar a Assistência Sistemática às mulheres da Zona Rural e Urbana do Município;
  9. promover parceria com a Secretaria de Saúde para o incentivo de jovens mulheres em idade reprodutiva a aderirem ao planejamento familiar, bem como as campanhas referentes ao câncer de colo de útero e de mama.
  10. incentivar as mães carentes que não têm onde deixarem seus filhos e que precisam trabalhar, a terem em suas próprias casas, os seus sustentos, trabalhos e rendas;
  11. atrair o público de mulheres jovens e adolescentes para capacitação em cursos profissionalizantes e inserção ao primeiro emprego, como jovem aprendiz.